EDITAL DE CONCURSO DA MARINHA – INSCRIÇÃO PARA FUZILEIROS NAVAIS.

O Comando do Pessoal de Fuzileiros Navais Departamento de Recrutamento e Seleção abre o Edital de Concurso com Inscrição aberta para o Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Naval para atender a demanda de 1.720 vagas da Corporação – C-FSD-FN para as Turmas, I e II de 2013. O Processo Seletivo com inscrição aberta para o curso de Formação de Soldados Fuzileiros Naval. As Inscrições permanecer abertas até o dia 12 de abril de 2013. Publicado no Diário Oficial da União em 8 de dezembro de 2011.

Inscrição para o curso de Formação de Soldados Fuzileiros Naval da Marinha – 2012.

Para concorrer a uma das 1.720 vagas disponibilizadas, o candidato deverá preencher a ficha de inscrição no período de 12 de março a 12 de abril de 2012, até às 23h59, no site www.mar.mil.br/cgcfn e pagar a taxa no valor de R$ 20,00. Também será possível se inscrever de forma presencial, das 8h às 16h, nos locais indicados no anexo do edital.

DOS REQUISITOS E INSCRIÇÕES:

Entre os diversos requisitos para o ingresso ao Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais da Marinha, aqui mencionamos alguns quesito:

Deve ser brasileiro, do sexo masculino;

Com idade entre 18 e 21 anos, referenciados em 1º de janeiro de 2013;

Não ser isento do serviço militar;

Estar em dia com as obrigações militares e eleitorais;

Ter concluído o ensino fundamental;

Altura mínima de 1,54 metros e máxima de 2,00 metros;

Boa conduta social e não possuir antecedentes criminais;

Idoneidade moral com bons antecedentes para integrar o Corpo de Praças de Fuzileiros Navais. http://www.mar.mil.br/cgcfn/.

De acordo com a publicação do Edital, o concurso será composto de seis etapas.

A primeira será o exame de escolaridade, previsto para o dia 29 de maio de 2012, constituído de prova escrita com questões sobre Língua Portuguesa e Matemática, abrangendo assuntos até o nível do 9º ano do Ensino Fundamental.

A segunda etapa será a verificação de dados biográficos que terá como propósito analisar a vida pregressa do candidato quanto às infrações penais.

A terceira etapa será constituída de inspeção de saúde, em que será realizada uma perícia médica efetuada por uma Junta Regular de Saúde para verificar se o candidato preenche os padrões psicofísicos estabelecidos nas normas da Diretoria de Saúde da Marinha para ingresso no Serviço Ativo da Marinha.

A quarta etapa será um exame psicológico que se baseia no modelo analítico de seleção psicológica, fundamentado nas conclusões da psicologia diferencial, onde os indivíduos têm habilidades, personalidade e níveis de motivação diferenciados, e cada atividade ou ocupação pressupõe níveis diferentes desses atributos. Haverá ainda teste de suficiência física, como a quinta etapa, que tem como objetivo aferir a aptidão física. Por fim, a sexta etapa será a verificação de documentos que será entregues pelos candidatos classificados e convocados para esta etapa do concurso.

INFORMAÇÕES SOBRE O CURSO

Os candidatos aprovados no concurso e classificados dentro do número de vagas serão matriculados no Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais e o realizarão na condição de Recruta Fuzileiro Naval. Durante o curso, o Recruta, receberá o valor, aproximado, de R$ 550,00 por mês, como ajuda de custo para suas despesas pessoais.

Mediante a aprovação no Curso de Formação, o Recruta será nomeado Soldado Fuzileiro Naval e passará a receber a remuneração inicial da ordem de R$ 1.100,00.

O curso de Formação terá a duração de 17 semanas e será conduzido no Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves (CIAMPA), localizado no Rio de Janeiro ou, simultaneamente, no Centro de Instrução e Adestramento de Brasília (CIAB), localizado em Brasília, em regime de internato e dedicação exclusiva até a formatura.

No final do Curso de Formação, o aprovado poderá ser designado para servir em Organização Militar da Marinha sediada nas cidades de Rio Grande do Sul – RS, Rio de Janeiro – RJ, Brasília – DF, Ladário MS, Belém – PA, Manaus – AM, Salvador – BA, São Paulo – SP ou Natal – RN.

DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO.


Leia mais:

Comentários