INSCRIÇÃO ANALISTA TÉCNICO ADMINISTRATIVO – MINISTÉRIO DA SAÚDE – BRASÍLIA/DF.

O Ministério da Saúde de Brasília – DF abre Edital de Concurso Público com provimentos de 265 vagas em Cargo de Técnico Administrativo do Plano Geral de Cargos do Poder Executivo do quadro de pessoal do Ministério da Saúde, mediante as condições estabelecidas neste Edital. O Concurso será de responsabilidade do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília – Cespe/UnB.

O Edital do Concurso Público Nº 004/2013 do Ministério da Saúde – MS, consta na Seção 3 do Diário Oficial da União – DOU publicado nesta sexta-feira, 19 de abril de 2013. Os candidatos interessados a uma vaga ao cargo de Analista Técnico Administrativo do Ministério da Saúde devem ter diploma do Curso de Graduação do Ensino Superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC. http://portalsaude.saude.gov.br/portalsaude/index.cfm.

O Processo Seletivo tem como objetivo atender ao Plano Geral de Cargos do Poder Executivo, à Carreira da Previdência, Saúde e Trabalho e também aos cargos pertencentes à lei nº. 12.277, de 30 de junho de 2010. As vagas serão distribuídas entre os Estados do Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, São Paulo, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins.

As pessoas interessadas poderão concorrer às vagas de Analista Técnico Administrativo PGPE I e II, Administrador, Bibliotecário e Contador, que ofertam salários de R$ 3.981,41, bem como de Economista, Engenheiro Civil e Engenheiro Eletricista, com remuneração de R$ 6.722,34.

INSCRIÇÃO:

Os candidatos interessados a uma vaga de Analista Técnico Administrador do Ministério da Saúde pode fazer sua inscrição no endereço eletrônico www.cespe.unb.br/concursos/ms_13, no período de 26 de abril a 17 de maio de 2013, observado o horário oficial de Brasília/DF.

A taxa de inscrição será de R$ 80,00 e a isenção será concedida apenas à pessoa que esteja inscrita no Cadastro Único do Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e que seja membro de família de baixa renda, nos termos do Decreto nº 6.135, de 2007.

Provas.

Haverá prova objetiva de conhecimentos básicos (P1) com 50 questões e de conhecimentos específicos (P2) com 70 questões, assim como prova discursiva (P3) composta de redação dissertativa com até 30 linhas. Todas as etapas terão de caráter eliminatório e classificatório e acontecerão nas 27 capitais das unidades da Federação.

As avaliações estão previstas para 7 de julho, na parte da manhã e a partir de 28 de junho será divulgado no DOU um informativo com a confirmação de data, local e horário.


Leia mais:

Comentários